UFC 152: Vitor Belfort perde a luta para Jon Jones

Não deu para o Belfort, galera. Jon Jones continua sendo o melhor da categoria!</p><br /><br /><br /><br /><br /><br /><br /><br /><br />
<p>Curtiu a luta? Então, COMPARTILHA!” width=”320″ height=”320″ /></p>
<p style=O impossível não aconteceu. No duelo de leões e fenômenos, o mais novo mostrou que uma lenda, mesmo merecendo respeito, pode ser superada. Com uma grande atuação, o americano Jon Jones derrotou neste sábado o brasileiro Vitor Belfort por finalização com uma americana a 1m10s do quarto round e manteve pela quinta vez o cinturão dos meio-pesados do UFC na luta principal do UFC 152, disputado em Toronto, no Canadá.

A luta

O primeiro round começou com Vitor Belfort tentando acertar um chute em Jones, que iniciou o combate agachado, como de costume. O americano encurralou o brasileiro na grade e Vitor conseguiu encaixar uma chave de braço no campeão, que conseguiu aguentar a presssão e se livrar da finalização. De volta ao chão, Jon Jones posicionou-se por cima e começou a acertar cotoveladas no rosto do brasileiro, abrindo um ferimento no supercílio direito de Belfort. Jones manteve os golpes, enquanto Vitor tentava se defender como podia. A dez segundos do fim, o americano levantou-se e acertou dois chutes no brasileiro antes do fim do round.

No segundo round, Jones novamente encurralou Belfort na grade. O brasileiro desferiu dois chutes e um soco no tórax. Movimentando-se mais, o brasileiro tentava aplicar chutes altos para surpreender o campeão. Jones devolvia com pisões nas pernas, alongando o round e parecendo esperar o melhor momento para atacar. A 1m36s do fim do round, Vitor Belfort puxou Jones para a guarda e levou o americano para o chão, ficando por baixo. Jones aproveitou-se do erro tático do brasileiro e recomeçou a busca para acertar as temidas cotoveladas no rosto do brasileiro que, desgastado, ainda tentou encaixar um triângulo, sem sucesso.

Orientado a não puxar o americano para a guarda e a trabalhar a mão esquerda, Vitor voltou para o terceiro round se movimentando menos, tornando-se um alvo mais fácil para o campeão. Jones acertou um chute alto na cabeça do brasileiro, e depois um pisão no peito que derrubou Belfort. Por cima do brasileiro, Jones começou a pressionar a cabeça do desafiante, até levantar-se e deixar Vitor voltar para a luta em pé. Após três tentativas de golpe de esquerda, Vitor encurtou a distância, dando a Jones a chance de levar a luta para o chão, ficando novamente por cima e desferindo golpes na cabeça de Belfort e ficando na meia-guarda, facilitando as cotoveladas do campeão até o fim do round.

O quarto round começou com Jones dominando o centro do octógono, encurtando a distância e derrubando o brasileiro para, logo em seguida, aplicar uma americana e encerrar o combate por finalização.

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.

Junte-se a 19.992 outros seguidores